Uma análise mais aprofundada dos fundos soberanos: secretos, poderosos, não-regulamentados e muito ricos

Quando o governo de Abu Dhabi anunciou em fins de novembro que compraria 4,9% do Citigroup por 7,5 bilhões de dólares, a reação geral foi de alívio pelo fato de a empresa ter encontrado uma saída para a crise das hipotecas podres. O mesmo aconteceu no início de dezembro, quando se soube que o UBS […]

Uma análise mais aprofundada dos fundos soberanos: secretos, poderosos, não-regulamentados e muito ricos Read More »